O Que É Gula?

//O Que É Gula?
Gula

Saiba o que é a gula, e abra mão desse vício com apenas 5 dicas.

Você costuma comer compulsivamente? Tem a sensação de estar sempre com fome?
Entenda nesse blog post alguns sintomas da gula e maneiras de não cair nessa tentação.

O que é gula?

A gula tem uma origem psicológica: é a necessidade de preencher um espaço através do consumo excessivo, ocasionando uma fome incontrolável – quanto mais você come, mais fome sente. Isso afeta muito pessoas que sofrem com estresse e ansiedade.

Quando falamos de gula, estamos tratando de uma compulsão alimentar, ou seja, quando excedemos na quantidade de comida e bebida. O que provoca uma satisfação enorme enquanto estamos nos deliciando, mas por outro lado traz consequências negativas para a saúde e para o bem-estar do nosso corpo, como o sobrepeso e até mesmo a obesidade.

Quais são os sintomas da gula?

Comer mais rápido que o normal, comer em grande quantidade mesmo sem sentir fome, baixa autoestima, frequente sensação de não poder controlar o que se come.

Caso você tenha se identificado em alguns dos casos acima, veja a seguir dicas para se livrar dela e se sentir bem comendo o necessário sem abrir mão de sua saúde e de uma alimentação saudável.

5 Dicas para se livrar da gula:

  1. Coma legumes e verduras cruas
    Os alimentos crus ajudam a segurar a fome. Aliás, alimentos sólidos satisfazem mais do que os líquidos. Sempre que puder, abuse das verduras e dos legumes crus. Eles podem ser seu lanchinho durante o dia. Fazendo com que você fique satisfeito por mais tempo. Uma opção é fazer uma marmita com minicenoura, tomate-cereja ou pepino até podem ser levados para o trabalho além de ter alimentos pouco calóricos.
  2. Tome chá calmante
    Sempre que sentir fome entre as refeições, tome chá frio de melissa ou de camomila, que são calmantes naturais. Muitas vezes a fome está ligada á ansiedade, e esses chás ajudam a controlá-la.
  3. Tenha frutas secas na bolsa
    Outra estratégia infalível para tapear a fome é ter sempre na bolsa ou na gaveta do escritório um saquinho com frutas secas como ameixa (10 unidades têm 200 calorias), damasco (10 unidades têm 260 calorias) e uva passa (uma colher de sopa cheia tem 60 calorias). Além de muito gostosas, essas frutas são energéticas e cheias de fibras, o que aumenta a saciedade e ajuda você a chegar bem até a próxima refeição. Só não exagere, pois são calóricas. Se a fome é pequena, basta uma porção com três unidades.
  4. Tenha um diário alimentar
    Muitas vezes nos alimentamos fora de hora, de maneira praticamente inconsciente, e nem sequer lembramos de ter comido. Nessa situação, um recurso interessante é usar um diário alimentar, onde o paciente anota tudo que mastigou ou ingeriu durante o dia. O uso desse diário pode fazer com que o paciente perceba que, na verdade, ingere muito mais alimento do que imaginava, e pode permitir que ele assuma o controle da sua alimentação de uma forma mais efetiva.
  5. Mantenha-se sempre em atividade
    Quando vier a vontade de beliscar algo calórico, e você identificar que não é fome, mas sim gula, ocupe-se. Se não estiver no trabalho, faça algo que distraia sua mente e tire seu foco para alimentação fora de hora.

Tem mais alguma dúvida sobre o Método PronoKal?

Só mandar pra gente nas nossas redes sociais

Ainda não é paciente?

Preencha o formulário e entraremos em contato!

2018-01-29T14:21:42+00:00